Embajada en Brasil



Chanceler Arreaza e gabinete ministerial avaliam ações unilaterais da UE PDF Imprimir E-mail

 mg 9170ab1510766948O chanceler da República Bolivariana da Venezuela, Jorge Arreaza, se reuniu nesta quarta-feira em Caracas com ministros e representantes de instituições públicas do país para avaliar as ações unilaterais impostas pela União Europeia contra a economia nacional.

No encontro, realizado na Casa Amarela, participaram os ministros da Defesa, Vladimir Padrino; Interior, Justiça e Paz, Nestor Reverol; Petróleo, Eulogio del Pino; e os vice-ministros da Indústria, Economia e Finanças, Reinaldo Camejo; para Europa, Ivan Gil; e de Cooperação Econômica, Ramón Gordils.

Também participaram o presidente da estatal telefônica Cantv, Manuel Fernández; o superintendente do Serviço Nacional Integrado de Administração Aduaneira e Tributária (Seniat), José David Cabello; e o presidente da Superintendência das Instituições do Setor Bancário (Sudeban), Antonio Morales.

Contou ainda com a presença do chefe da Superintendência de Serviços de Certificação Eletrônica (Suscerte), Luis Prada; o superintendente da Atividade Asseguradora, Juan Carlos Cabello; a superintendente de Investimentos Estrangeiros, Carolina Alvarado; o diretor-geral do Serviço Autônomo Nacional de Normalização, Qualidade, Metrologia e Regulamentos Técnicos (Sencamer), Alexander Román; o gerente- geral da Comissão Nacional de Telecomunicaçoes (Conatel), José Suárez; e o diretor-geral de Cooperação e Integração Internacional do Ministério do Turismo, Franklin Rangel.

Na terça-feira, Arreaza se reuniu com representantes diplomáticos dos países que integram a UE com o objetivo de exigir o fim das recentes ações unilaterais impostas contra a economia venezuelana, já que afetam diretamente o povo e representam um retrocesso para o processo de diálogo entre representantes do governo e da oposição.

"Em que isso ajuda ao diálogo, em que isso ajuda a Venezuela, em que isso ajuda o povo, em que isso ajuda centenas de milhares de portugueses, espanhois, italianos e de outras nações aliadas europeias que vivem e convivem e vivirão e convivirão conosco nesta pátria bolivariana?", questionou após o encontro.

AVN -15/11/2017 - 08:17 pm

 

Otras Noticias

 

Para la guerra 

todo chavez

Boton Todos Somos Venezuela

 

 

 

 

 

legalizacion.png

botones tramites consulares

botón mercosur2 

   search       imgres youtube

ficha interesse
CartadeJamaica Port